encontrar-se cara a cara com experientes empresários fez toda a diferença.

Luc criou há 4 anos, PK Paris, uma start-up especializada nos objetos conectados, o armazenamento e o wireless áudio. Ele está atualmente a trabalhar num smartwatch que permite gerir a glicose. O seu projeto foi coroado de sucesso no CES 2017. História de uma “success story”.

A Réseau Entreprendre foi uma coincidência? Como entrou em contacto com a Réseau Entreprendre 94?

 

Um amigo com uma start-up que estava em várias redes de acompanhamento falou-me sobre a Réseau Entreprendre e foi-me especificamente recomendada porque era composta por líderes empresariais. Na Réseau Entreprendre 94, conheci o Stéphane, o Diretor da associação na altura e o contacto muito humano, a experiência que eu pude sentir conquistou-me logo.

Tinham certezas no início quanto àqueles sobre os quais tinham mudado de opinião? Ou não!

Eu tinha muitas certezas quando criei a PK Paris, nomeadamente sobre a direção que deveria tomar a minha start-up. Eu tinha escolhido como primeira atividade trabalhar no armazenamento premium e nas memórias USB inteligentes. Mas rapidamente fui confrontado com um mundo muito complicado e competitivo do Flash. Vindo de Silicon Valley, já tinha o desejo de trabalhar nos objetos conectados e foi o meu formador da Réseau Entreprendre que me aconselhou a fazer essa mudança, bem mais cedo do que aquilo que eu tinha planeado. Foi isto que nos permitiu lançar o smartwatch e ir ao CES.

 


«É preciso aprender a aproveitar as oportunidades, algo que pude experimentar em contacto com a Réseau Entreprendre e do meu acompanhante» 

Que conselho daria a um titular de projeto ?

Dirigir-se primeiro à Réseau Entreprendre! É um conselho que dou muito frequentemente.

Lançar-se na aventura empresarial é um percurso de obstáculos, nunca se sabe se vai funcionar, é frequentemente muito solitário devido aos problemas que são complicados de partilhar com a família. Saber rodear-se das pessoas certas, ouvimos isso muitas vezes, mas é difícil de compreender, encontrar-se cara a cara com experientes empresários fez toda a diferença.

Qual é o vosso maior orgulho ?

Mas o meu maior orgulho é ter ido ao CES de Las Vegas e ter ganho um prémio “Best of” pelo nosso relógio conectado, que permite medir a glicose em tempo real, e que irá mudar a vida de 400 milhões de pessoas com diabetes. Em 5000 expositores, as melhores 30 start-ups são recompensadas, e desde há 5 anos apenas duas empresas francesas tinham ganho este prémio. Este prémio confirma a direção certa tomada e permitiu-nos testar o mercado.